As ações mais recomendadas para julho, segundo 17 corretoras

São Paulo — As ações preferenciais da Petrobras (PETR4) e as ações da Vale (VALE3) lideram o ranking das recomendações de bancos e corretoras para julho. Os papéis das empresas foram citados em 8 das 17 carteiras que fazem parte do ranking do site EXAME.

As ações do Bradesco (BBDC4) ficaram na segunda posição, com sete recomendações. No terceiro lugar, houve empate: Itaú Unibanco (ITUB4) e Suzano (SUZB5) completaram o pódio. Os papéis das duas empresas foram indicados em seis carteiras para o mês.

Em junho, o Ibovespa teve alta de 4,06%. A carteira com melhor desempenho no mês passado foi a da corretora Bradesco, que registrou valorização de 7,5%.

Nenhuma das carteiras tiveram performance negativa no sexto mês do ano. A da Rico foi a que teve o pior desempenho: uma alta de 0,69%.

Metodologia

Em 2019, há uma nova metodologia no ranking de desempenho mensal das carteiras recomendadas. A cada mês, as corretoras farão um portfólio exclusivo para o site EXAME contendo 10 papéis e seus respectivos pesos.

Todas as carteiras terão a mesma quantidade de ações para permitir uma comparação de desempenho mais justa. Os papéis indicados no início de cada mês não poderão ser substituídos posteriormente —ou seja, não é permitido que haja trocas nas carteiras ao longo do mês.

A corretora que deixar de enviar o portfólio em algum mês do ano, só poderá voltar a fazer parte do ranking em janeiro do ano seguinte. O mesmo vale para corretoras que ficaram de fora em 2019: elas só poderão eventualmente fazer parte da lista no ano que vem.

Desempenho das carteiras em junho

Veja as ações mais indicadas para junho

Carteiras recomendadas

Veja abaixo as carteiras recomendadas por 17 corretoras para julho. Elas estão organizadas por ordem alfabética.

Ativa

Desempenho em junho: 7,12%
Desempenho em 2019: 14,01%
Ação incluída: Cemig.
Ação retirada: B2W.

BB Investimentos

Desempenho em junho: 4,1%
Desempenho em 2019: 18,3%
Ações incluídas: ABC Brasil, Suzano, Usiminas, Vale e Via Varejo.
Ações retiradas: Alupar, Hypera, Magazine Luiza, Petrobras e Taesa.

Bradesco (Ágora)

Desempenho em junho: 7,5%
Desempenho em 2019: 14,8%
Ações incluídas: Aliansce, Pão de Açúcar e Duratex.
Ações retiradas: Iguatemi, Energisa e Burger King.

Coinvalores

Desempenho em junho: 6,4%
Desempenho em 2019: 26,9%
Ação incluída: Vale.
Ação retirada: Rumo.

Elite

Desempenho em junho: 3,38%
Desempenho em 2019: 13,23%
Ação incluída: Engie Brasil.
Ação retirada: MRV.

Genial Investimentos

Desempenho em junho: 4,22%
Desempenho em 2019: 13,46%
Ações incluídas: BTG Pactual, Bradesco, Cemig, Copasa e Qualicorp.
Ações retiradas: TIM, Duratex, Petro Rio, Energisa e Gerdau.

Guide

Desempenho em junho: 2,54%
Desempenho em 2019: 10,23%
Ações incluídas: Ecorodovias, Linx, Petrobras e Via Varejo.
Ações retiradas: Braskem, Marfrig, Rumo e Sabesp.

Necton

Desempenho em junho: 1,53%
Desempenho em 2019: 17,6%
Ações incluídas: CVC e Porto Seguro.
Ações retiradas: Braskem e Cosan.

Nova Futura

Desempenho em junho: 3,34%
Desempenho em 2019: 28,15%
Ações incluídas: Cyrela, Locamérica, Sabesp, Suzano, Vale e Via Varejo.
Ações retiradas: BB Seguridade, Cemig, Fleury, Eletrobras, JBS e Porto Seguro.

Planner

Desempenho em maio: -1,62%
Desempenho em 2019: 8,23%
Ações incluídas: Bradesco, Itaúsa, Randon, Pão de Açúcar, TIM e Vulcabras.
Ações retiradas: Braskem, Camil, Itaú Unibanco, Klabin, Tupy e Valid.

Quantitas

Desempenho em junho: 6,44%
Desempenho em 2019: 10,87%
Ações incluídas: CPFL Energia e Alupar.
Ações retiradas: M. Dias Branco e Odontoprev.

Rico

Desempenho em junho: 0,69%
Desempenho em 2019: 11,20%
Ação incluída: Iguatemi, Azul e Banrisul.
Ações retiradas: Banco do Brasil, Suzano e Braskem.

Santander

Desempenho em junho: 4,61%
Desempenho em 2019: 15,16%
Não houve alterações na carteira.

Socopa

Desempenho em junho: 5,94%
Desempenho em 2019: 20,64%
Ação incluída: Metalúrgica Gerdau.
Ação retirada: BR Malls.

Terra Investimentos

Desempenho em junho: 4,71%
Desempenho em 2019: 17,86%
Ações incluídas: B2W e Cyrela.
Ações retiradas: Ecorodovias e TIM.

Toro Investimentos

Desempenho em junho: 3,39%
Desempenho em 2019: 20,17%
Ações retiradas: Braskem, CCR, Cesp, Cosan, Iguatemi, IRB Brasil Resseguros, JBS, Lojas Renner, Movida e TIM
Ações incluídas:

XP Investimentos

Desempenho em junho: 3,8%
Desempenho em 2019: 14,87%
Não houve alterações na carteira.

 

Continue lendo

Recomendados

Desenvolvido porInvesting.com
Uncategorized

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu